• Rodrigo Pirmez

Quais são os efeitos colaterais do minoxidil oral?

O uso do minoxidil oral em baixas doses surgiu nos últimos anos como uma excelente alternativa terapêutica para o tratamento de diferentes tipos de queda de cabelo.


Diferentes publicações científicas em homens e mulheres atestaram a eficácia desta medicação. Recentemente, Dr. Rodrigo Pirmez foi um dos autores de um novo estudo que reuniu 10 centros de referência de 6 países com o intuito de avaliar a segurança do minoxidil oral.


Neste estudo, dados de mais de 1400 pacientes usando minoxidil oral em baixas doses foram estudados. Abaixo, alguns dos principais achados do estudo:

  • Nenhum efeito adverso grave foi observado durante o estudo.

  • 20% dos pacientes tiveram algum evento adverso, no entanto na maior parte dos casos esses efeitos foram contornados com ajuste da medicação

  • A interrupção da medicação só precisou ocorrer em menos de 2% dos casos

  • O efeito adverso mais comum foi aumento de pelos na face e/ou corpo (15% dos pacientes)

Outros efeitos adversos observados:

  • tontura (<2%);

  • retenção de líquido (1,3%);

  • taquicardia (<1%);

  • dor de cabeça (0,4%)


É importante lembrar que as doses de minoxidil oral utilizadas para o tratamento das alopecias (queda de cabelo) são bastante inferiores as utilizadas para o tratamento da hipertensão arterial. O minoxidil oral se utilizado em doses maiores que a preconizada pode estar associado a efeitos adversos importantes. Nunca se automedique. Converse com seu dermatologista.


Quer saber mais sobre o minoxidil? Clique aqui!


Referência:

Safety of low-dose oral minoxidil for hair loss: A multicenter study of 1404 patients

Dr. Rodrigo Pirmez
CRM 5289677-2 | RQE 21413
Posts Recentes
Tags