O diagnóstico por um fio


O estudo por microscopia do fio de cabelo pode fornecer informações importantes para o dermatologista durante sua investigação diagnóstica.


O simples exame dos fios de cabelo feito por médico especialista pode revelar aspectos característicos de uma doença. Alterações na coloração, na estrutura e no formato dos fios orientam o raciocínio clínico. Por vezes, alguns desses achados chegam a ser patognomônicos (quando um achado é tão específico de uma condição que fecha o diagnóstico), ressaltando a importância do exame.


Na imagem*, uma alteração característica da Síndrome de Chédiak-Higashi pode ser vista: a coloração do cabelo não é homogênea, havendo grânulos de pigmento espalhados ao longo da haste (fio normal abaixo para comparação). A condição, conhecida também como síndrome dos cabelos prateados devido a cor que esses cabelos adquirem, também é acompanhada por sintomas hematológicos e neurológicos graves.


No entanto, em situações mais corriqueiras, a microscopia óptica também é útil. Danos causados aos cabelos por processos químicos e físicos como tinturas, alisamentos, uso de chapinha e secador, etc podem ser prontamente visualizados e caracterizados, orientando o tratamento do paciente.


*Referência:

Cover Image: A dashed hair

Tags:

Dr. Rodrigo Pirmez
CRM 5289677-2 | RQE 21413
Posts Recentes
Arquivo
Tags

Pirmez Dermatologia

Rua Visconde de Pirajá 330, sala 712, Rio de Janeiro, RJ    |    Tel 21 2018-2180    |    21 99284-4518