Fique atento: Coceira e descamação no couro cabeludo podem ser mais que uma simples “caspa”


A dermatomiosite é uma doença autoimune, incluída no grupo das miopatias inflamatórias. Os sintomas compreendem alterações cutâneas, musculares e mesmo sistêmicas e podem se manifestar em adultos e crianças.


Em estudo recente, dermatologistas de Miami e Cidade do México investigaram o acometimento do couro cabeludo pela dermatomiosite.


Dos pacientes analisados, 77.4% apresentavam alterações clínicas no couro cabeludo. O sinal clínico mais comum foi o eritema (vermelhidão), presente em todos os casos. Outros sinais clínicos detectados foram descamação (83,3%), alopecia (87,5%) e prurido (coceira – 70,8%).


A tricoscopia apresentou sinais característicos da doença, como a presença de vasos tortuosos e dilatados. Doenças como dermatite seborreica (caspa), psoríase e dermatite de contato podem simular o acometimento do couro cabeludo pela dermatomiosite, enfatizando a importância da tricoscopia no diagnóstico diferencial.


Um dado interessante é que em 6 pacientes do estudo, o acometimento do couro cabeludo foi a única manifestação dermatológica da doença.



Referência:

Clinical and Dermoscopic Features of the Scalp in 31 Patients with Dermatomyositis

Dr. Rodrigo Pirmez
CRM 5289677-2 | RQE 21413
Posts Recentes
Arquivo
Tags

Pirmez Dermatologia

Rua Visconde de Pirajá 330, sala 712, Rio de Janeiro, RJ    |    Tel 21 2018-2180    |    21 99284-4518